GTM-N922RNL
 
Buscar
  • MRRH

Confira as novas regras para o registro de ponto




Com a portaria 671/2021 do Ministério do Trabalho e Previdência, o registro eletrônico de ponto passou por algumas mudanças. Implementadas no último dia 10 de fevereiro, as empresas têm até 8 novembro para se adaptarem completamente.


Pela legislação em vigor, o controle da jornada de trabalho dos funcionários é obrigatório em empresas com mais de 20 pessoas, e agora, com a portaria, os empregadores passam a contar com três tipos de registradores eletrônicos. Confira quais são eles:




Registrador Eletrônico de Ponto por Programa (Rep-P): permite o registro do ponto através da utilização de novas tecnologias, tal como a marcação do ponto por aparelhos móveis. Deve ser utilizado, exclusivamente, para o registro da jornada.

Seu uso foi intensificado com a pandemia da Covid-19 e o aumento do trabalho remoto


Registrador Eletrônico de Ponto Convencional (Rep-C): é um modelo criado em 2009, ao escolher este tipo, somente é possível registrar empregados de um mesmo empregador, de empresas pertencentes ao mesmo grupo econômico, ou trabalhadores temporários.



Registrador Eletrônico de Ponto Alternativo (Rep-A): permite o registro através de um conjunto de equipamentos e programas de computador, autorizados por acordo coletivo de trabalho. Esta opção será permitida enquanto a norma estiver em vigor.



Importância do Registro de Ponto



Sendo uma excelente ferramenta de gestão de pessoas, o registro de ponto é muito importante para empresas reduzirem custos, realizarem análises e indicadores de gestão e manterem dentro da legislação.


Confira os planos da Mr. Rh para gestão de pessoal, folha de pagamento e holerites.

Entre em contato por aqui.






2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo